Ata-me!

Ata-me! (em castelhano: ¡Átame!) é um filme espanhol de 1989, escrito e dirigido por Pedro Almodóvar e estrelado por Victoria Abril e Antonio Banderas. O filme é lembrado por ter o recorde de maior número de indicações no Goya e nenhum prêmio (concorreu a 15 prêmios), e por ser o último filme relevante de Antonio Banderas no cinema espanhol, antes de se aventurar no cinema de Hollywood. A trama segue um paciente psiquiátrico recém-libertado que sequestra uma atriz para fazê-la se apaixonar por ele. Ele acredita que seu destino é casar com ela e ser pai de seus filhos.

Título original: ¡Átame!
Diretor: Pedro Almodóvar
Roteiro: Pedro Almodóvar
Elenco: Antonio Banderas como Ricky, Victoria Abril como Marina Osorio, Loles León como Lola Osorio, Francisco Rabal como Máximo Espejo, Julieta Serrano como Alma Espejo, María Barranco como Berta (médica), Rossy de Palma como traficante de drogas em scooter, Lola Cardona como diretora do Hospital, Francisca Caballero como mãe de Marina.
Gênero: Comédia Dramática
Duração: 1h40min
Ano: 1989
País: Espanha
Ricky (Antonio Banderas) sai de um reformatório psiquiátrico e vai para um set de filmagens, onde Marina Osorio (Victoria Abril), uma ex-viciada em heroína e ex-atriz pornô que ele já conhecia de um bordel, está filmando um filme de terror "B". O diretor do filme é por Maximo Espejo (Francisco Rabal), quem tenta se recuperar de um um forte derrame. Após o término das filmagens, Ricky invade o apartamento de Marina e  diz que quer ser seu marido e o pais dos seus filhos. Ele resolve deixá-la amarrada na cama até Marina aprender a amá-lo, mas diversas situações imprevistas dão um novo rumo aos acontecimentos.

Comentários

Postagens mais visitadas