Bondage

Ato de aprisionar ou restringir os movimentos do parceiro consensualmente.

A tradução para o termo bondage é... escravidão, servidão, cativeiro, sujeição ou dependência. Por isso, as práticas relacionadas ao bondage se referem ao ato de aprisionar ou restringir os movimentos do parceiro consensualmente (não-obrigatório), para fins de estimulação erótica, estética ou somatossensorial. Cordas, cordões, correntes, jaulas, gaiolas, fios, fita adesiva, atadura auto-adesiva, ou qualquer outro tipo de material podem ser utilizados para esse fim.

Especificamente, nas práticas envolvendo cordas, como no caso do "Bondage Japonês" (Shibari ou Kinbaku) o contato íntimo, a estética e a transferência de poder são aspectos importantes, pois o Rope Bottom (parceiro passivo da corda) obtém prazer tátil através do contato com o material usado na imobilização, e o contato com o parceiro, além do sentimento de descontrole e submissão; enquanto o Rope Top (parceiro ativo da corda) obtém prazer visual devido à disposição do parceiro, além do sentimento de transferência temporária de controle e poder.

Embora o Bondage não implique necessariamente em práticas sadomasoquistas, ele pode ser usado em conjunto com outras atividades do BDSM. Para os sadomasoquistas, Bondage é frequentemente usado para restringir o parceiro, tornando-o mais vulnerável para os procedimentos S&M.

Comentários

Postagens mais visitadas